Medicina Funcional

Essa modalidade tem uma visão mais abrangente do paciente e não se limita a investigar apenas os sintomas mas, o organismo todo em busca de “pistas” sobre o que pode estar provocando o sofrimento do doente.

Leva em consideração as interações entre o ambiente no qual o ele está inserido e os processos biológicos que controlam seu sistema gastrointestinal, neurológico, imunológico e endócrino.

Outro diferencial, é que um dos objetivos do médico é ouvir as histórias do paciente e investigar as variáveis familiares, sociais, ecológicas e de estilo de vida para entender quais fatores podem ter influência em seus problemas de saúde. Assim, qualquer exame ou teste é feito com base não apenas em sintomas isolados, mas no funcionamento do organismo como um todo.

Cada caso é um caso, e cada paciente tem razões específicas para desenvolver determinados problemas de saúde. Assim, enquanto um pode estar sofrendo de fadiga por conta de um problema com as glândulas suprarrenais, outro enfrenta uma deficiência de nutrientes, uma doença autoimune ou até mesmos alguma infecção que ainda não foi identificada. Desta forma, o médico cria o plano de tratamento focado em cada indivíduo.

Contudo, além de tratar as doenças, outro objetivo do médico é ajudar o paciente a fazer mudanças em sua vida e, assim, eliminar ou minimizar os fatores que afetam a saúde minando sua energia e bem estar.

Menu