Esta semana mais um avião comercial caiu, foi uma tragédia e com certeza virou manchete de todos os principais jornais do mundo. Só para fazer uma comparação ilustrativa, nós temos o equivalente a 8-10 aviões batendo TODOS OS DIAS com todos a bordo morrendo de câncer. Uma em cada três pessoas será diagnosticada com câncer em algum momento de suas vidas, apesar dos enormes avanços tecnológicos ao longo do último meio século.

A medicina ocidental não está mais perto de encontrar uma “cura para o câncer”, que se tornou uma epidemia mundial de proporções surpreendentes. As estatísticas falam por si mesmas:
No início de 1900, uma em cada 20 pessoas desenvolveu câncer
Na década de 1940, uma em cada 16
Na década de 1970, uma em cada 10
Hoje um em cada três.

As taxas de incidência ainda estão aumentando apesar da enorme quantidade de dinheiro canalizada para a pesquisa sobre o câncer. Hoje, dois em cada três pacientes com câncer estarão mortos dentro de cinco anos após receberem toda ou parte da trindade padrão do tratamento -cirurgia, radioterapia e quimioterapia. (1)

Muitas coisas podem ser feitas para diminuir o risco de câncer. Mas, por favor, não
espere até obter o diagnóstico – você deve tomar medidas preventivas AGORA. É muito mais fácil prevenir o câncer do que tratá-lo, uma vez que ele aconteça. Acredito que você pode diminuir o seu risco de câncer e doenças crônicas e melhorar radicalmente suas chances de se recuperar do câncer se você atualmente o possui, seguindo essas estratégias relativamente simples.

1. Preparação de Alimentos: Coma pelo menos um terço de sua comida crua. Evite
fritar ou grelhar seus alimentos, em vez disso prefira escaldar ou cozinhar no vapor. (2)
Não usar frequentemente o micro-ondas. Considere acrescentar à sua dieta alimentos que combatem o câncer como brócolis, cúrcuma, resveratrol, ervas, temperos e suplementos. Consulte o médico Nutróloga para fazer estas orientações adequadas.(3)

2.Reduza ou elimine os alimentos processados, açúcar / frutose e alimentos à base de grãos da sua dieta. Isso também se aplica a grãos orgânicos inteiros não processados, pois eles tendem a quebrar rapidamente e elevar seu nível de insulina. A evidência é clara de que, se você quer evitar o câncer, ou você atualmente tem câncer, você absolutamente DEVE evitar todas as formas de açúcar, especialmente a frutose, que alimenta as células cancerígenas e promove seu crescimento. Certifique-se de que sua ingestão total de frutose é de cerca de 25 gramas por dia, incluindo frutas.

3. Proteína e gordura: considere reduzir seus níveis de consumo de proteína para um grama por quilograma de peso corporal magro. Substitua o excesso de proteína por gorduras de alta qualidade, como ovos orgânicos de galinhas caipira, carnes de alta qualidade, abacates, castanhas e óleo de coco.

4.Evite alimentos geneticamente modificados, pois eles são tipicamente tratados com herbicidas como o glifosato. Uma equipe de pesquisa francesa que estudou este herbicida e concluiu que ele é tóxico para as células humanas e, provavelmente, carcinogênico. Escolha alimentos frescos, orgânicos, preferencialmente cultivados localmente. Lave os alimentos e deixe sempre de molho na água com bicarbonato por 1 hora para limpar resíduos de toxinas e agrotóxicos.

5. Gordura Omega-3: Normalize sua proporção de gorduras ômega-3 e ômega-6 tomando um óleo de peixe ou de algas de alta qualidade e reduzindo a ingestão de óleos vegetais processados (Soja, milho, canola, girassol etc.).

6. Probióticos naturais: Otimize sua flora intestinal, isto irá reduzir a inflamação e fortalecer sua resposta imunológica. Pesquisadores descobriram um mecanismo dependente de micróbios através do qual alguns tipos de câncer desenvolvem uma resposta inflamatória que estimula seu desenvolvimento e crescimento. Eles sugerem que a inibição de citocinas inflamatórias pode retardar a progressão do câncer e melhorar a resposta à quimioterapia.
Adicione alimentos naturalmente fermentados à sua dieta diária isto é uma maneira fácil de prevenir o câncer ou acelerar a recuperação. Você também pode adicionar um suplemento probiótico de alta qualidade, mas os alimentos naturalmente fermentados são os melhores.

7. Exercício: Idealmente, seu programa de exercícios deve incluir equilíbrio, força, flexibilidade e treinamento intervalado de alta intensidade. O exercício reduz os níveis de insulina, o que cria um ambiente de baixo teor de açúcar que desencoraja o crescimento e a disseminação das células cancerígenas. Em um estudo de três meses, descobriu-se que o exercício altera as células do sistema imunológico em uma forma mais potente de combate a doenças em sobreviventes de câncer que acabaram de completar a quimioterapia.

Pesquisadores e organizações de câncer recomendam cada vez mais que o exercício regular seja uma prioridade, a fim de reduzir o risco de câncer e ajudar a melhorar os resultados do câncer. Pesquisas também encontraram evidências sugerindo que o exercício pode ajudar a desencadear a apoptose (morte celular programada) em células cancerígenas.

8. Vitamina D: Tomar sol e suplementar. Há evidências científicas de que você pode diminuir seu risco de câncer em mais da metade simplesmente otimizando seus níveis de vitamina D com a exposição solar adequada. Seu nível sérico deve estar estável em 50-70 ng / ml, mas se você estiver em tratamento para câncer, ele deve estar mais próximo de 80-90 ng / ml para obter o benefício ideal. (4)
Se você toma vitamina D por via oral e tem câncer, seria muito prudente monitorar regularmente os níveis séricos de vitamina D, além de suplementar sua vitamina K2, já que a deficiência de K2 é o que produz os sintomas da toxicidade da vitamina D.

9. Sono reparador. Prepare seu quarto para dormir no escuro total, qualquer ponto de luz é prejudicial. Não ligue nada de eletrônico no quarto. Desligue o celular e deixe-o fora do quarto. Mantenha a temperatura agradável. Leia um livro, faça um relaxamento, faça orações, alongue o corpo, respire profundamente algumas vezes, pense somente coisas boas. O sono inadequado pode interferir na produção de melatonina, que está associada a um aumento do risco de resistência à insulina e ganho de peso, ambos contribuindo para a virilidade do câncer.

10. Exposição a Toxinas: Reduza sua exposição a toxinas ambientais como pesticidas, herbicidas, limpadores químicos domésticos, purificadores de ar sintéticos e cosméticos tóxicos.

11. Exposição à radiação: Limite sua exposição e proteja-se da radiação produzida por telefones celulares, torres, estações base e estações Wi-Fi, além de minimizar sua exposição de exames médicos baseados em radiação, incluindo radiografias dentárias, TC digitalizações e mamografias.

12. Elaboração emocional adequada: Faça psicoterapia, psicanálise, reescreva sua história e lembranças para si mesmo de forma mais amena e amorosa, junte-se a uma comunidade, amigos, sinta-se útil. O câncer tem raízes emocionais. Há uma tonelada de evidências sugerindo que a raiva, o ódio e o ressentimento reprimidos desempenham um papel crucial no desenvolvimento do câncer. Aumento dos hormônios do estresse causados por gatilhos emocionais suprimem o sistema imunológico, o que pode levar ao câncer.

Quando os sentimentos negativos não são expressos, eles podem contribuir para a doença física ao longo do tempo. Mesmo os conservadores Centros para Controle e Prevenção de Doenças (CDC) afirmam que 85% de todas as doenças têm um elemento emocional. Os sentimentos negativos presos ou reprimidos, como a raiva, aumentam o nível de hormônios do estresse de uma pessoa, que suprime diretamente o sistema imunológico. A saúde do seu sistema imunológico é crucial no combate ao câncer.

13. Controle e administração do estresse: Pratique uma meditação, um relaxamento, faça massagens, Reiki, Barras de access, Emotional Freedom Techniques (EFT). Vá caminhar ao ar livre, dar risada com os amigos, cantar, dançar, brincar. Quando você está estressado, seu corpo libera hormônios do estresse como o cortisol, que prepara o corpo para lutar ou fugir do evento estressante. Sua frequência cardíaca aumenta, seus pulmões absorvem mais oxigênio, seu fluxo sanguíneo aumenta e partes do seu sistema imunológico são temporariamente suprimidas, o que reduz sua resposta inflamatória a patógenos e outros invasores estrangeiros. (5)

Quando o estresse se torna crônico, entretanto, seu sistema imunológico se torna menos sensível ao cortisol, e como a inflamação é parcialmente regulada por esse hormônio, essa sensibilidade diminuída aumenta a resposta inflamatória e permite que a inflamação saia do controle.

Isto é, em grande parte, como o estresse “predispõe” você a ficar doente em primeiro lugar. E, no caso de você ficar doente, os estressores emocionais podem piorar seus sintomas. Como a inflamação desempenha um papel na maioria das doenças, incluindo câncer, esse modelo sugere por que o estresse as afeta também.

O que fazer se você já tiver câncer
Sem dúvida, a estratégia essencial mais poderosa que conheço para tratar o câncer é privar as células de sua fonte de alimento. Ao contrário das células normais do corpo, que podem queimar carboidratos ou gordura como combustível, as células cancerígenas perderam essa flexibilidade metabólica e só queimam carboidratos. (6) Dr. OËo Warburg recebeu um Prêmio Nobel há mais de 75 anos por descobrir isso, mas na prática poucos realmente usam essa informação. (7)(8)(9)(10)
Integrar uma dieta cetogênica com oxigenoterapia hiperbárica, que é mortal para as células cancerosas debilitadas por privá-las de sua fonte de combustível, seria a estratégia que eu recomendaria para minha família se eles forem diagnosticados com câncer.
Drª Marcia Tornavoi CRM 58771 – Médica Nutróloga – (11) 38132261

Referências:
1) Cancer Facts & Figures 2013
2) v Environmental Law Foundation June 2005, How Potato Chips Stack Up: Levels of Cancer-Causing Acrylamide in Popular Brands of
Potato Chips
3) GreenMedInfo.com Curcumin Medical Literature list
4) ABC News 22 de fevereiro de 2010 Maturitas março 2010; 65 (3): 225-36 Eurekalert 16 de fevereiro de 2010
5) 2 Medical News Today March 16, 2013
6) Press-pulse: a novel therapeutic strategy for the metabolic management of cancer Thomas N. SeyfriedEmail author, George Yu, Joseph
C. Maroon and Dominic P. D’Agostino Nutrition & Metabolism201714:19
7) Otto Warburg – Biographical
8) Otto Warburg – Award Ceremony Speech
9) The Role of Oxygen, Antioxidants and Toxins in the Cancer Process
10) A Rational Theory of Cancer

Menu